quinta-feira, novembro 30, 2006

Mídia & Política: a mídia contra o eleitor


Já está disponível na Web o n°. 23 de Mídia & Política, com livre acesso a todos os textos:

Luiz Gonzaga Motta
A mídia contra o eleitor
Nessas eleições, a mídia fez uma clara opção ideológica e entrou na disputa presidencial com a intenção de interferir na opção dos eleitores. Ela foi arrogante, patrulhou, desqualificou o eleitor. Saiu chamuscada, teve de engolir o sapo (barbudo) e agora está na berlinda. Jogou contra o eleitor, ele agora está cobrando

Olivier Tredan
Internet e jornalismo cidadão
Com a Internet, uma nova representação do público como participante do processo de produção informacional, partilhada pelos jornalistas, contribui diretamente na evolução do território profissional. Novos espaços de debate ganham vida, nos bastidores, pelos mediadores que se ocupam da seleção, hierarquização e formatação dos escritos cidadãos.

Fábio Henrique Pereira
O PT e a democratização da mídia
Em quatro anos de administração do PT, as bandeiras de esquerda não fizeram parte da agenda que discutiu a questão dos meios de comunicação. O governo fez pouco em termos de democratização do acesso à mídia no Brasil. Às vésperas do segundo mandato, uma nova postura parece se delinear e, oportunamente, a democratização da comunicação entra em pauta.

Paulo Henrique Amorim
Conversa Afiada
Em entrevista, o jornalista Paulo Henrique Amorim fala do comportamento da mídia brasileira durante a eleição presidencial, dos usos da internet como ferramenta política e dos impactos da obrigatoriedade do diploma ns redações.

Venício A. Lima
Vale a intenção
Assumir publicamente o fato da produção jornalística estar sujeita a constrangimentos organizacionais, muitos deles ligados aos interesses de proprietários e concecessionários talvez seja o único caminho para a grande mídia privada restaurar a credibilidade ameaçada junto aos seus "consumidores".

Thaïs de Mendonça Jorge
Mídia&Política lança Normas de Redação
Numa iniciativa pioneira entre os observatórios da mídia, o M&P preparou um guia prático de estilo e procedimentos para seus colaboradores. A idéia é, respeitando a indivualidade dos autores, manter um alto nível de qualidade e reafirmar o compromisso com os leitores.

marcos palacios
0 comments links to this post

Google Bombing: ou manipulando o algoritmo do Google para fins político-eleitorais


Uma postagem de Bonnie Goldstein, em Slate, revela como nas recentes eleições legislativas norte-americanas, a técnica de Google Bombing foi utilizada como arma política por um grupo de ativistas Democratas. O esquema foi montado por Chris Bowers, um membro do Comitê Democrático do Estado da Pennsylvania, que recrutou jovens ativistas democratas para colocar, em seus blogs, links para textos de caráter negativo sobre candidatos republicanos. A idéia é que se muitos sites apontarem para um mesmo "texto âncora" negativo sobre um candidato, esse texto negativo aparecerá nas primeiras colocações do Google, quando uma busca for feita pelo nome do candidato.

O esquema e seus resultados, inclusive com uma discussão de sua eficácia e seu lado moral, foi dissecado por Lucas O´Conner , um dos voluntários que participaram do plano. Na postagem de O´Conner é possível ler os textos negativos que foram associados a cada um dos candidatos do "campo inimigo" e que posição eles ocuparam em buscas realizadas no Google. O´Conner justifica a técnica do bombing como uma forma de luta contra distorções da imprensa conservadora: "Fighting back is not inherently the same as fighting dirty."

A técnica foi discutida pela primeira vez em 6 de Abril de 2001, num artigo escrito por Adam Mathes. Nesse artigo, ele cunhou a expressão "Google bombing". O vocábulo foi adicionado ao New Oxford American Dictionary, em Maio de 2005.

marcos palacios
0 comments links to this post

quarta-feira, novembro 29, 2006

Motorista leva multa de trânsito após postar vídeo na web


Pode parecer um absurdo, mas é verdade. O norueguês, identificado apenas como um rapaz de vinte e poucos anos, postou o vídeo intitulado "Dirigindo na Noruega" no site YouTube, na metade de novembro. A gravação mostra o velocímetro do carro atingindo aproximadamente 240 quilômetros por hora em uma rodovia pública. Resultado: A polícia norueguesa iniciou uma perseguição no ciberespaço. O jovem foi encontrado no mundo real e levou uma multa (também real) de US$ 1.300.

Saiba mais no Estadão

Alberto Marques
0 comments links to this post

Conversor de arquivos on-line


Este é para adicionar nos favoritos: Zamzar. Um espaço que permite de forma fácil converter arquivos de diferentes formatos para outros formatos (html, pdf, ppt, doc, jpg, etc.). Muito bom!

Via Jornalismo e Comunicação

Alberto Marques
1 comments links to this post

Dicas de leitura

Via Ponto Media / Jornalismo e Comunicação

Alberto Marques

0 comments links to this post

Prêmio Pulitzer de Jornalismo incorpora elementos de Web 2.0

Os organizadores do tradicional Pulitzer Prizes estabeleceram novas regras, permitindo que os concorrentes submetam todo um conjunto de materiais online, incluindo bases de dados, gráficos interativos e vídeos, para as diversas categorias de premiação jornalística.
As categorias de fotografia continuarão restritas a imagens fixas.
"Os organizadores acreditam que essa maior incorporação do jornalismo online reflete o direcionamento dos jornais num mundo midiático em rápida mudança", afirmou Sig Gissler, administrador do Prêmio Pulitzer.
Mais detalhes em journalism.co.uk

marcos palacios
0 comments links to this post

Editoras querem combater fotocópias de textos para uso em sala de aula

Opinião e Notícia informa que "um grupo de editoras lançará o projeto "Pasta do Professor", no primeiro semestre de 2007, com o objetivo de evitar que alunos façam cópias de textos técnico-científicos".
"O programa eliminará os arquivos de textos em papel, digitalizando-os. Hoje, nas universidades é comum o professor selecionar e fotocopiar trechos de livros para que os alunos não tenham de comprá-los. Uma vez digital, a cópia deixa de ser ilegal.
"As editoras irão armazenar, em um centro de dados, o conteúdo que escolherem, principalmente aqueles mais requisitados pelos professores universitários. O professor, por sua vez, entrará nesse centro e escolherá os capítulos dos livros que utilizará em sala de aula. A segurança da tecnologia é uma das maiores preocupações das companhias.
"Esse conteúdo será vendido por parceiros, que poderão ser as próprias empresas de fotocópias, instituições de ensino e livrarias. Os parceiros terão um computador padrão e uma impressora digital acoplada à máquina. Cada arquivo poderá ser impresso apenas uma vez. A comissão ainda está decidindo pelo fabricante do computador e da impressora."

Comentário: não consigo ver como esse tipo de medida vai solucionar o problema, a menos que a "cópia legal", ou seja baixada e impressa através de um representante credenciado, tenha o mesmo custo que uma fotocópia. Se assim não for, o que impede que a primeira "cópia legal" sirva de matriz para recomeçar a prática da fotocopiagem? Além disso, há todo um problema de "credencimento" de uma rede de representantes, suficientemente ampla para cobrir os centros universitários e faculdades públicos e privados (milhares!) em todo o país. Dificilmente vai ser por aí...

marcos palacios
0 comments links to this post

Orkut dá à Polícia Federal "atalho" para bloquear páginas suspeitas


Em meio a ações do Ministério Público Federal, que o acusa de sonegar informações sobre criminosos da internet, o Google do Brasil criou uma ferramenta que permite à Polícia Federal vasculhar dados do Orkut e até retirar do ar páginas com "possíveis práticas de crimes", sem a necessidade de determinação judicial.
Segundo a PF e o Google, os policiais do setor de crimes cibernéticos podem navegar pelas comunidades virtuais como "usuários especiais" e ter acesso a dados dos internautas, como o IP (código que identifica o computador, o que pode levar ao responsável por um texto ou por comunidade suspeita).
Ao detectar alguma comunidade suspeita de praticar crimes, como racismo ou pedofilia, os policiais emitem um alerta ao Google que "embandeira" a página: ela é retirada do ar e, em seu lugar, é colocado um aviso com o símbolo da PF.
Via FolhaOnline
0 comments links to this post

terça-feira, novembro 28, 2006

Buscando livros na internet

Librolocus é uma iniciativa dos desenvolvedores da Loogic. O site é especializado na busca de livros na internet. Fiz alguns testes e não achei tão eficiente. É importante ressaltar que é uma ferramenta nova e, por isso, a qualidade das buscas ainda não são “boas”. Com o uso do sistema, a qualidade das buscas torna-se mais eficaz.

Via Wwwhat's New?

Alberto Marques
0 comments links to this post

Kuler: combinação social de cores

Kuler é uma nova aplicação on-line da Adobe Labs. No site, qualquer usuário pode gerar uma combinação de cores e votar nas combinações dos outros usuários. Com os votos é criado um ranking de combinação de cores que podem ser utilizadas como base para criação de trabalhos na web. Para usar o serviço é necessário fazer um cadastro e, no mínimo, uma combinação de cores. O site tem uma interface muito legal e pode se converter em uma ferramenta muito útil para os designers.

Via ThougtBalloons / La Brújula Verde

Alberto Marques
0 comments links to this post

Site disponibiliza banco sonoro de Rosário

O site Sonidos de Rosário disponibiliza documentos sonoros da cidade de Rosário. Os arquivos são classificados e catalogados segundo sua temática, lugar de gravação e data. Os dados estão sendo gravados desde 2002 e tem como objetivo documentar a riqueza “sonoro-cultural” da cidade, preservando para gerações futuras. Para conhecer mais sobre a formação da idéia, no blog Cultura+IVA uma entrevista com Adolfo Corts, criador do projeto.

Via Dialógica

Alberto Marques
1 comments links to this post

Japão vai contra corrente da convergência digital e aposta em especialização

Enquanto nos Estados Unidos e Europa os veículos de comunicação, de uma maneira geral, estão em franco processo de convergência, com unificação de empresas e redações, no Japão a Nihon Keizai Simbum anunciou que está separando suas operações de impressos de seus produtos para a Web.
Os japoneses parecem estar apostando no conceito de especialização e diversificação, ao invés de convergência.
Mais detalhes no The Editors Weblog

marcos palacios
0 comments links to this post

Tortura em tempos digitais


Uma adaptação brasileira do texto poderia ser:

"Nós podemos colocar brasas em seus pés ou obrigá-lo a usar a Velox ou a Net. Você escolhe..."

Quem já usou qualquer das duas sabe do que estou falando...

marcos palacios
1 comments links to this post

Jornalistas vão atualizar seu código de ética e querem a opinião da sociedade

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) disponibilizou em seu site um sistema de consulta pública para recolher contribuições que possam aprimorar o atual Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros. A decisão de abrir o debate com a sociedade é uma das principais deliberações do 32º Congresso Nacional dos Jornalistas, realizado em julho de 2006 em Ouro Preto. As propostas de alterações serão apreciadas em congresso extraordinário da categoria a realizar-se em 2007.

O debate em torno da revisão do atual Código de Ética ganhou destaque quando a FENAJ reuniu os 31 Sindicatos da categoria, profisisonais, professores, estudantes de jornalismo e especialistas na área no 1º Seminário Nacional de Ética no Jornalismo, organizado pelo Sindicato dos Jornalistas de Londrina, em março de 2006. O evento deixou evidente a necessidade de atualização do Código, cujo texto em vigor data de 1985.

Através do sistema de consulta pública, qualquer cidadão pode enviar sua sugestão de modificação no Código. As contribuições da sociedade e também dos sindicatos da categoria, que terão novo prazo para realizar seminários sobre o tema, serão recolhidas, analisadas e sistematizadas por uma comissão eleita durante o Congresso de Ouro Preto.
Via FENAJ

marcos palacios
0 comments links to this post

Eptic online traz artigos sobre Espaço e Identidades

Está disponível na internet a primeira edição do Projeto Economia da Cultura, Cinema e Sociedade, realizado pela Revista de Economia Política das Tecnologias da Informação e da Comunicação (Eptic) .
O projeto consiste em publicar duas edições especiais da Revista Eptic On Line sobre o tema central escolhido com a participação de autores de várias regiões do Brasil e do mundo.
A primeira edição, intitulada “Espaço e Identidades”, traz textos de autores como Alexandre Barbalho, Carlos Leal, César Bolaño, José Manuel Moreno, David Montero Sánchez, Enrique Sánchez Ruíz, Sunny Yoon, Suzy Santos, Guillermo Mastrini, Graciela Presas Areu, Celina Alvetti e Sergio Capparelli. Além de uma entrevista especial com o cineasta Sergio Muniz e um mapeamento dos principais festivais de cinema brasileiros. A segunda edição, intitulada “Dinâmicas Culturais”, será lançada no final do mês.

O programa Cultura e Pensamento é uma realização do Ministério da Cultura, em parceria com o Ministério da Educação, com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), e Serviço Social do Comércio em São Paulo (SESC-SP). O patrocínio é da Petrobras, com a coordenação técnica da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Extensão (FAPEX).
0 comments links to this post

Especialistas contestam viabilidade de armazenamento de 450 GB de dados em papel

Apesar da imprensa brasileira ainda estar apresentando o fato como novidade (veja matéria do Estadão de hoje, na seção Vida Digital), a alegação de Sainul Abideen, um estudante de engenharia indiano, de que teria inventado um sistema capaz de armazenar até 450 GB de dados em uma folha de papel tamanho A4 (21 x 29,7 cm) está sendo vivamente contestada por especialistas da área de informática e documentação. A notícia original mereceu grande destaque no Arab News, um jornal em língua inglesa sobre o Oriente Médio, no sábado passado. Batizado com "Rainbow Technology", o sitema proposto por Abideen está baseado no armazenamento de dados através de símbolos geométricos e gradações de cor, que seriam recuperados através da leitura de um scanner.

Desde então, o feito vem sendo contestado por especialistas, com argumentos que vão desde a qualidade dos scanners necessários para a leitura precisa dos dados armazenados dessa forma, até o fato que de que o papel é um meio instável e que as cores tampouco se mantém permanentemente inalteradas, além de considerações matemáticas em torno dos números envolvidos na apresentação de Abideen. Uma síntese das contestações foi postada no Techworld.

Sainul Abideen tem um Blog , inclusive com links para seus trabalhos publicados, mas nada foi postado ali sobre a Rainbow Technology. Contatado pelo Techworld, Abideen não quis revelar detalhes sobre o processo de scaneamento que estaria na base de sua alegada invenção.

A pergunta que fica é: por que o Estadão está dando com tanto atraso, uma notícia que já está merecendo comentários em torno dos comentários dos especialistas? A resposta é simples: porque seus jornalistas não acompanham o que ocorre na Blogosfera! Uma busca no Tecnorati, esta manhã (8:30 h. Brasília), usando como palavras-chave "Sainul Abideen", retornou 215 resultados anunciando e comentando o alegado feito do estudante.

marcos palacios
0 comments links to this post

segunda-feira, novembro 27, 2006

BBC lança primeiro noticiário cidadão


Com conteúdo produzido exclusivamente pelo público, a BBC lança o seu mais novo noticiário: "Your News". “O programa, cuja primeira edição foi ao ar no último sábado, 25, está sendo transmitido pelo canal BBC News 24”, informa o Jornalistas da Web. Via dotJournalism.

Alberto Marques
0 comments links to this post

O futuro da mídia de massa: furacão de um homem só?

Reportagem no site britânico da Apple Computer mostra que a linha que separa arte de jornalismo está cada vez mais tênue graças às novas oportunidades oferecidas à criatividade digital.
David Dunkley Gyimah, a quem a reportagem chama de "furacão de um homem só", é apresentador freelance do Canal 4, videojornalista e palestrante sobre jornalismo digital na Universidade de Westminster, Inglaterra, além de filósofo da mídia moderna.
"A geração YouTube está desconstruíndo a televisão como a conhecemos. Graças a empresas como a Apple, eles estão tndo acesso às ferramentas necessárias para fazer as coisas. Podem ver que, se o que fazem é bom o bastante, as pessoas vão assistir", diz Gyimah.
Segundo ele, as possibilidades trazidas por ferramentas como as produzidas pela Apple permitem que um repórter filmando um evento não fique confinado ao âmbito de sua reportagem: seu material pode ser publicado em um blog, podcast, vídeo e mais. "De um vídeo posso tirar cinco elementos", explica.
"Uma das principais razões pelas quais sinto-me atraído pelo Mac é porque ele facilita este aspecto de meu trabalho -- tanto para filmar uma tomada simples quanto para ser mais criativo. A tecnologia me permite ir além e além e além", testifica.

Gerson Martins
0 comments links to this post

Uma nova publicação na Web sobre Cinema & Audiovisual

Acaba de ser disponibilizada a Kinodigital – Revista Eletrônica de Cinema & Audiovisual . Trata-se de uma publicação semestral do Laboratório de Multimídia da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sob a coordenação do Prof. Umbelino Brasil.

A Kinodigital se define como um projeto editorial de divulgação de conhecimentos,baseado na "construção de conteúdos que faça predominar uma discussão sobre o cinema como força motora e essencial da existência da imagem em movimento, precisamente da sua história, da sua evolução técnica e do seu enriquecimento estético. Acreditamos que para concretizar os nossos planos, a existência de um arcabouço teórico e prático cinematográfico, montado há mais de um século, seja o aval da nossa imaginação".

"Kinodigital pretende incorporar os desdobramentos e avanços ocorridos no campo da arte mais que moderna, sejam eles da ordem tecnológica, sejam da ordem conceitual ou mesmo dos significativos investimentos na fundamentação de um pensamento próprio. Por essa razão, devemos por uma estratégia lógica ampliar a dimensão dos nossos escritos no sentido de abranger todas as questões decorrentes do processo gradativo de transformação das mudanças no organismo cinemático".

Ficha Técnica:
Editor: Umbelino Brasil
Editoração Eletrônica: Ana Paula Vasconcelos e Márcia Priscila Nascimento
Suporte Técnico: Laboratório de Multimedia - Facom/UFBA

A publicação é de acesso livre na Web.
0 comments links to this post

A cobertura jornalística da guerra no ciberespaço: midiaesfera e blogosfera

O Journal of Computer Mediated Communication (vol. 12, issue 1) traz um especial temático sobre a cobertura de guerra através do ciberespaço. São nove trabalhos relacionados ao tema, cobrindo tanto a midiaesfera quanto a blogosfera.

Um exemplo de material disponível:
Issue Publics on the Web: Applying Network Theory to the War Blogosphere
(Mark Tremayne, Nan Zheng, Jae Kook Lee, Jaekwan Jeong)
School of Journalism - University of Texas at Austin

Abstract

This study had two primary objectives. The first was to examine the predictors of preferential attachment in the war blog network. A multiple regression analysis revealed use of links to blogs and original reporting content as significant predictors of incoming links. Second, the war blogosphere was mapped to reveal two distinct halves, the liberal and the conservative. Measures of network centrality identified key blogs, some of which served as conduits between the two spheres. Other differences between the sides were examined.


O Journal é livremente accessível online.

marcos palacios
0 comments links to this post

China vive explosão de sistemas de compartilhamento de vídeo

Cerca de 150 sites, todos visualmente muito semelhantes ao YouTube ou Google Video, estão concorrendo por espaço e clientes chineses interessados em compartilhar seus vídeos na Web. Há até um buscador de vídeos, especializado nos serviços em chinês.
Para quem estiver curioso, aí vão alguns links para os sites considerados crème-de-la-crème da YouTubeLândia chinesa:

56.com
Tudou
6rooms
pomoho

Via China Web2.0 Review

marcos palacios
0 comments links to this post

Uma ferramenta para busca de feeds sobre biblioteconomia e documentação

LibWorm é uma ferramenta de busca de feeds e blogs, semelhante ao Technorati, mas com uma particularidade: está orientada a profissionais de bibliotecas e arquivologistas.
Os feeds estão estruturados em categorias temáticas incluindo, por exemplo, Bibliotecas Governamentais, Resenhas de Livros, Blogs Pessoais, Bibliotecas Públicas, etc etc etc etc
Os feeds também podem ser explorados por temas como Blogging, Educação, Tecnologia, Referência, Escolas de Biblioteconomia, Conferências etc etc etc etc
A maioria dos feeds está associada a material em inglês, mas fiz também um teste em português, usando como palavras chaves Biblioteca Nacional e obtive resultados interessantes e algumas notícias relacionadas à área.
Mais uma arma colocada no arsenal do jornalista que sabe usar a Web...

Via La Brújula Verde

marcos palacios
1 comments links to this post

domingo, novembro 26, 2006

The Beatles´Love: ouça o mash-up online no Global Listening Event

The Beatles´Love, um mash-up foi feito por Sir George Martin, o lendário produtor dos Beatles, e seu filho Giles Martin, acaba de ser lançado nos mercados europeu e norte-americano. Somente foram usados sons originalmente produzidos pelos Beatles, retirados de master tapes do estúdio de Abbey Road. O mash-up foi encomendado para uso num espetáculo do Cirque du Soleil.

Alguns fãs mais tradicionais podem não gostar, mas é algo que não se pode deixar de ouvir.

O produto está em http://www.thebeatles.com/hub/love/site/ onde é possível ouvir o álbum todo online e, através de um mapa, visualizar quem mais no mundo está ouvindo também. Para tanto, é necessário apenas identificar-se e apontar sua localização geográfica. A informação é registrada num mapa mundi e todos os internautas podem ver quem está ouvindo o álbum e saber sua distância do icônico endereço da Abbey Road.

O site é muito bem construído pela Outside Line.

marcos palacios

Leia também a reportagem da AP sobre o mash-up.
1 comments links to this post

Preparando um linchamento via Blogs?

Mindy McAdams, em uma postagem intitulada Citizen Journalist, Citizen Vigilante, chama a atenção para uma sequência de fatos que levanta sérios questionamentos sobre o uso do blog como um instrumento de julgamento público e até de incitamento ao justiçamento sumário.
A história é a seguinte: na sexta feira à noite, Jackie Danicki, uma americana de 28 anos moradora em Londres, alegou que, durante cerca de 15 minutos, foi atacada e sofreu abusos sexuais em público, em um vagão do Metrô de Londres. A vítima fotografou com a câmera de seu celular o (alegado) atacante e prestou queixa à polícia.
Jackie Danicki, que mantém um blog sobre mídia e tecnologia, noticiou sua versão do ocorrido, com uma postagem complementada pela foto do acusado. A foto foi postada também no Flickr e, até as 8:00 desta manhã, já havia sido vista 4113 vezes.

A repercussão da história em blogs, com a reprodução da foto do suposto criminoso, tem sido considerável, com chamamentos do tipo "Wanted" e "Ajudem a encontrar um criminoso". Para complicar ainda mais o quadro, a vítima é caucasiana e o acusado negro, provocando, em paralelo, postagens de caráter abertamente racista.

Mindy McAdams se diz horrorizada com as duas coisas: o (alegado) ataque e a inação das pessoas em volta, mas também com os desdobramentos em torno do fato na blogosfera:

"Ele pode ser culpado, - diz Mindy - mas na Grã Bretanha não há um sistema de justiça para determinar isso? Eu vivo em um país com uma longa, terrível e por demais recente história de linchamentos. Essa caçada humana viral em Londres me apavora até a medula dos ossos"

A história toda não é nada clara: aconteceu realmente como Denicki relata? foi um ataque de caráter sexual? há testemunhas arroladas entre os passageiros que, alegadamente, "nada fizeram para impedir"?

O blog de Jackie Danicki não está disponível para acesso desde a noite de ontem.
Problemas éticos, deontológicos e legais abundam no caso, seja sob uma ótica jornalística de tipo "tradicional", seja sob aquela da variedade "cidadã".

Comentários?

marcos palacios
1 comments links to this post

sábado, novembro 25, 2006

Revista Impressa com conteúdos produzidos pelas leitoras e promoções via celular

A Editora Abril embarcou na onda da "média social" e lançou esta semana a Sou + Eu, uma revista feminina com matérias e depoimentos produzidos pelas leitoras. Toda semana a leitora tem 82 oportunidades de interagir com a revista e ganhar dinheiro, seja pelas histórias ou dicas enviadas para a redação, seja pela participação em promoções via celular. Para colaborar com o conteúdo da revista, as leitoras poderão enviar seus depoimentos por meio do site soumaiseu. A redação irá checar a veracidade dos fatos e, sempre que uma história for publicada, a leitora será remunerada com valores que variam de 50 a 500 reais, dependendo do destaque que ganhar na publicação. A cada edição serão pagos 12 000 reais.

Ficha técnica:
Editora: Abril
Lançamento: 23/11
Preço: R$ 1,99
Periodicidade: semanal
Distribuição: nacional

Via Dinap
0 comments links to this post

Prorrogadas inscrições de trabalhos para o Encontro Nacional de Professores de Jornalismo

Considerando os atrasos na configuração do software de gerenciamento das inscrições, algumas informações desencontradas que circularam nos últimos dias, o final do semestre letivo, a reivindicação dos coordenadores de curso de jornalismo de Goiânia, que compõe a comissão organizadora local do 10º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo (ENPJ), a diretoria do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ) decidiu prorrogar até os dias 21 de dezembro de 2006 e 21 de janeiro de 2007, respectivamente, os prazos para inscrição de trabalhos e para a informação sobre o aceite por parte dos coordenadores dos GTs.
Leia mais.

marcos palacios
0 comments links to this post

Onde se originam os spams? USA e China responsáveis por 35% das mensagens

A empresa de consultoria digital Sophos publicou um levantamento da origem geográfica dos spams, que abarrotam e entulham nossas caixas de mensagens. Os Estados Unidos figuram no topo da tabela, originando 21,6% dos spams em circulação. A vice-campeã é a China. Os dois juntos produzem 35% de todo spam em circulação na Web. França e Coréia do Sul empatam na disputa pelo terceiro lugar. O Brasil está na primeira divisão, com 4,7% do volume mundial produzido.
Eis a lista dos maiores spammers:

1. Estados Unidos 21,6%
2. China 13,4%
3. França e Coréa do Sul 6,3%
4. Espanha 5,8%
5. Polonia 4,8%
6. Brasil 4,7%
7. Itália 4,3%

Via Apogeo Online

marcos palacios
0 comments links to this post

Auto-pirataria: livre cópia digital dissemina grupos musicais e gera lucros

Vale a pena ler a matéria de Alexandre Mansur, na Época online, sobre a auto-pirataria como forma de divulgação de bandas e grupos musicais brasileiros.
Aí vai um trecho:
"Qualquer pessoa que mora na Região Norte do país já recebeu um convite para um show de tecno-brega ou calipso. O gênero foi popularizado pela Banda Calypso. O brega faz multidões suar em festas nas grandes cidades da Amazônia. Também sustenta uma indústria local que lança 400 CDs por ano. Eles são gravados em pequenos estúdios e replicados pela própria rede informal dos camelôs. Custam menos de R$ 3. Geralmente, não têm copyright. "Eles servem apenas para divulgar as centenas de bandas que surgem todo ano", afirma a advogada Carolina Rossini, da FGV. "Os artistas ganham dinheiro mesmo nas festas pagas."

Na saída dessas festas, é comum a venda de CDs gravados ao vivo ali mesmo. "É a chance de levar para casa uma lembrança daquele evento. Para personalizar cada gravação, durante a apresentação os artistas falam várias vezes o nome do bairro ou cidade onde estão", diz Carolina. Uma das revelações do cenário paraense é a banda Amor Perfeito, da dupla Flávia Anjos e Patrícia Lia. O CD de estréia, lançado de forma independente, vendeu 50 mil cópias oficiais em um ano. Fora as ilegais. "Não sou a favor da pirataria. Mas, pensando pragmaticamente, a distribuição até ajudou a divulgar a banda", diz o empresário Marcos Klautau. O grupo faz dois shows por semana. Em alguns, reúne 15 mil espectadores e fatura até R$ 40 mil.
Um sistema semelhante sustenta a a indústria do funk carioca".

Leia a reportagem completa.

marcos palacios
1 comments links to this post

sexta-feira, novembro 24, 2006

Pesquisa: difusão das tecnologias da informação na sociedade francesa


L'ARCEP (autorité de régulation des communications électroniques et des postes) e o CREDOC (centre de recherche pour l'étude et l'observation des conditions de vie) publicaram um longo estudo sobre a difusão de tecnologias da informação entre os cidadãos franceses. A pesquisa é muito detalhista e interessante. Vale a pena ler!

L'étude précise même que l'accès internet est devenu le principal moteur de l'ouverture d'une ligne fixe : quasiment toute les personnes de 12 à 39 ans ayant une ligne fixe y ont couplé un abonnement internet, et pourraient donc l'avoir prise rien que pour ça. Et 20% des titulaires d'une ligne fixe téléphone d'ailleurs en passant par la voix sur ADSL de leur box.

Les collèges et lycées sont eux aussi plutôt bien équipés : presque 80% des 12-17 ans y ont un accès au net. Le reste souffre probablement des difficultés d'accès à la connexion permanente ADSL en zone rurale (on n'ose encore parler de haut-débit, dans ces cas-là...).

Autre chiffre intéressant : si 43% des adultes dispose d'un accès internet à domicile (dont 38% à haut débit), un quart des personnes possédant un ordinateur n'a pas d'accès à internet. Un ordinateur sans internet, ciel !, mais à quoi cela peut-il donc bien servir ???

Via SVMBLOG

Alberto Marques
0 comments links to this post

Jornais lançarão rede social próximo mês

Journalism.co.uk informa: "A computer platform that allows newspapers to share news and classified advertising will launch early next month”.

"US-based CityTools will enable newspaper publishers to create content networks with one another and draw on articles written by members of the public."If you spin the CityTools model forward, you can go to your local newspaper website and suddenly, because they have built smart networks and smart relationships with other publishers, you get reliable content. The same kind of mass but its all relevant to the local readership."

Via Online Journalism Blog
0 comments links to this post

Google News: questões de copyright na Noruega

O enfrentamento entre empresas jornalísticas e o Google News por quebra de direitos de copyright tende a crescer. Depois de ser judicialmente questionado na Bélgica e estar sendo ameaçado por emendas legais na Austrália, agora é na Noruega que se abre outra frente de batalha para o gigante agregador. O questionamento é quanto ao uso pelo Google News de fotos publicadas em jornais noruegueses.
Via SearchEngineWatch

marcos palacios
0 comments links to this post

Dia de Ação de Graças produz competição de Photoshop anti-gastronômico

O feriado de Thanksgiving Day (Ação de Graças) nos Estados Unidos gerou uma infinidade de fotos de perus em sites da rede. Mas gerou também no Worth 1000 uma competição de Photoshop, para premiar as criações mais chocantes em torno da data e suas tradições gastronômicas.
Veja os resultados, se tiver estômago...


marcos palacios
0 comments links to this post

Digg admite que moderadores podem promover notícias


Uma notícia no Digg - o site de notícias onde votos dos usuários produzem a hierarquia da informação - foi alçada à primeira página com apenas um voto.
O fato deu origem a questionamentos e à admissão pelo Digg, através de seu criador Kevin Rose, de que moderadores são utilizados e que material submetido por eles não necessita "um grande número de votos para ser promovido".
Oficialmente moderação só deveria ocorrer em casos de pornografia, atos ilícitos ou postagem de material com problemas (links rompidos e coisas desse tipo).
O problema é a falta de transparência quanto ao funcionamento do mecanismo de moderação.
Como se não bastassem os esquemas de "compra de votos", que são uma clara ameaça à credibilidade do sistema, agora não se sabe que motivações teriam os moderadores para "promover" o material que postam...
Assim fica difícil manter a promessa de funcionar como um site estruturado por "user powered content".
Via Inside Social News

marcos palacios
0 comments links to this post

CNBC promete "mudança no panorama digital" do jornalismo financeiro

O presidente da CNBC, Mark Hoffman, informou que a empresa estará lançando um novo site no e demarcando um novo estilo em notíciário financeiro e empresarial:
"Recrutamos estrelas em todos os ramos da indústria para criar um site que vai mudar o estado das coisas. O site complementa nossa rede mundial de televisão e oferece uma cobertura em alcance e profundidade que simplesmente não existe na Web atualmente".
O novo site estará disponível no dia 4 de dezembro.
Mais informações na CNBC

marcos palacios
0 comments links to this post

Fusão Americanas.com e Submarino cria a maior loja de comércio eletrônico do Brasil

As lojas virtuais Americanas.com e Submarino confirmaram ontem fusão entre as empresas. O negócio, avaliado em R$ 7 bilhões cria a maior loja de comércio eletrônico brasileira, com faturamento combinado de R$ 2 bilhões/ano, segundo estimativas da venda combinada dos dois sites.
O acordo entre as duas companhias prevê que os sócios da Americanas.com invistam entre R$ 200 milhões e R$ 300 milhões no capital da nova empresa. A nova companhia, fruto da operação, será chamada de B2W - Companhia Global de Varejo, e terá registro de empresa aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com listagem no Novo Mercado da Bovespa.
O negócio ainda precisa ser aprovado pelos acionistas de Submarino, mas já passou pelo crivo da Lojas Americanas, controladora integral de Americanas.com.
A Lojas Americanas passará a deter ações representativas de 53,25% do capital social total e votante de B2W, e os acionistas de Submarino passarão a deter, em sua totalidade, ações representativas de 46,75% do capital social total da nova empresa.

Via estadao.com.br
0 comments links to this post

quinta-feira, novembro 23, 2006

Audiência online cresce no Brasil

Mario Cavalcanti, do Jornalistas da Web, informa: “Segundo o levantamento mensal da empresa de consultoria Ibope/NetRatings divulgado nesta quinta-feira, 23, o número de internautas brasileiros chegou a 13,3 milhões em outubro, 2,4% a menos do que setembro.

Entretanto, ainda de acordo com o relatório, o volume de usuários residenciais online cresceu 13,5% em relação a outubro do ano passado, mantendo o Brasil em primeiro lugar no que diz respeito aos países com maior tempo de navegação.

A notícia é do Globo Online e pode ser lida na íntegra aqui.”

Alberto Marques
0 comments links to this post

Projeto de Azeredo para controle do uso da Internet vira piada na Web

Circula pela Internet uma versão ilustrada do projeto de Lei de Controle de Acesso à Internet, de autoria do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que prevê a identificação dos usuários da Web, cada vez que se faça uma conexão.
O Projeto de Lei 76/2000, que mereceu críticas dos mais variados setores de opinião, teve sua votação adiada, mas permanece em pauta na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado Federal.

Veja a versão ilustrada do Projeto.

marcos palacios
0 comments links to this post

Voto comprado: Site oferece pagamento para que usuários votem em notícias no Digg

Um site que se intitula User/Submitter Web Site está oferecendo pagamentos de 50 centavos de dólar para cada três histórias que o usuário vote no Digg - o site de agregação de notícias no qual o voto do usuário determina a hierarquia das informações.
O User/Submitter oferece também o serviço recíproco: pessoas que querem promover suas notícias no Digg pagam para ter suas postagens votadas pelos usuário e, portanto, promovidas a posições de destaque. O custo para esse serviço é de U$ 20, mais um dólar por cada voto recebido. Os promotores afirmam que resultados serão obtidos em um prazo máximo de 48 horas. Para integrar o esquema é necessário apenas fazer um registro no site e os pagamentos são operados via PayPal.

A informação foi repassada pela C/NetNews, que informa que não ter sido possível apurar quem está operando o site. Um mail enviado com pedido de maiores informações não foi respondido.

marcos palacios
0 comments links to this post

Internet interligará todos os municípios brasileiros, mas inclusão ainda é reduzida

Até dezembro do próximo ano, todos os 5.561 municípios brasileiros estarão integrados pela internet, através do programa de inclusão digital Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac). A previsão foi feita pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, durante audiência pública sobre a nova licitação para expansão e modernização do Gesac.
Atualmente, o Gesac dispõe de 3.258 pontos de conexão em laboratórios de informática e telecentros espalhados por 2.057 municípios.

Causa espécie, no entanto, os baixos números envolvidos. Segundo o próprio ministro, o atendimento mensal de quatro milhões de usuários será ampliado para dez milhões de beneficiários. Considerando-se que 84 milhões de brasileiros nunca usaram um computador, segundo um levantantamento recente do Comitê Gestor de Internet, do Ministério da Ciência e Tecnologia, a iniciativa é ainda muito tímida, apesar de sua abrangência.

Via Agencia Brasil
0 comments links to this post

quarta-feira, novembro 22, 2006

"Meta-tagging" para enfrentar Google News

Uma ideia analisada pelo Editors Weblog: o uso de serviços que possibilitam a produção de informação mais contextualizada, como forma de enfrentar a migração de leitores para os agregadores de notícias.

Vejam aqui um exemplo de uma notícia com "meta-tagging" do serviço Inform.

Via Jornalismo.PortoNet
0 comments links to this post

Pierre Lévy em busca da Transcendência: filósofo fala sobre modelo de conhecimento aberto na Cibersociedade

O slide acima faz parte da apresentação que Pierre Lévy estará repetindo hoje no Congresso Online do Observatório para a Cibersociedade. A conferência sobre Modelo Aberto para o Conhecimento é a mesma que apresentou na e-Week, da Universidade de Vic (Espanha), há cerca de duas semana atrás. Não é casual que o modelo lembre uma árvore do conhecimento, no melhor estilo cabalístico, como na gravura ao lado. Utilizando o conceito de Noosfera, criado pelo jesuíta Teilhard de Chardin, Lévy apresenta sua visão do "homem do futuro" e sua estrutura de conhecimento. Trata-se de uma particular visão filosófica, na qual os termos ubiquidade, interconexão e autonomia de ação são revestidos de novos significados.
Os slides da conferência podem ser acessados na página do Congresso da OCS.

marcos palacios
0 comments links to this post

Iran aprimora censura com tecnologia chinesa e Flickr é um dos alvos do bloqueio

Jonathan Ludqvist escreve em seu blog J/turn sobre a variedade de filtros que estão sendo usados pelo governo iraniano para identificar e bloquear sites julgados "inapropriados" para o acesso dos cidadãos daquele país. O site de intercâmbio de imagens Flickr, é um dos alvos da filtragem, como se pode constatar na imagem acima.
Sabia-se, desde há muito, que o governo iraniano vinha usando SmartFilter, um software norte-americano de filtragem, mas Ludqvist informa que outros mecanismos estão sendo incorporados aos esforços de censura, para torná-los ainda mais eficientes.
Segundo os rumores no país, o Iran estaria importando tecnologia chinesa nessa área.
No blog de Jonathan Ludqvist há vários exemplos de páginas bloqueadas, enviados por usuários iranianos.

marcos palacios
0 comments links to this post

terça-feira, novembro 21, 2006

Machu Picchu em 1500 megapixels interativos

Julián Gallo dá a indicação de um site contendo uma foto interativa e de altíssima resolução de Machu Picchu. Navegue por ela.
Espetacular!

marcos palacios
0 comments links to this post

Dica de livro sobre produção coletiva de notícias

Uma boa dica de leitura sobre a produção coletiva de notícias no ciberespaço é o livro Gatewatching: collaborative online news production, London, Peter Lang, 330 pp.,U$ 29,95, de Axel Bruns, professor da Universidade de Queensland, na Austrália. Bruns trata de casos específicos como Slashdot, Kuro5hin, P2P Journalism, Web semântica, weblogs, entre outros vários temas de interesse para quem pesquisa o jornalismo nas redes. Axel Bruns é o editor geral da revista Media Culture.

Elias Machado.
1 comments links to this post

Você clica em banners de publicidade em seu jornal online?

Segundo uma pesquisa realizada pela empresa norte-americana de publicidade DoubleClick, cerca de 30% dos usuários dos jornais online clicam nos banners para visitar o site do produto anunciado. Por outro lado, 67% afirmam não clicar, mas tomar conhecimento do anúncio e, eventualmente, entrar em contato com o produto, em uma loja ou através de um website. Para os usuários de Internet os websites, especialmente os corporativos, constituem a maior fonte de inluência (18%) em suas decisões de compras. Os banners publicitários na Internet aparecem com 3% de influência, enquanto ficam com 4% as publicidades na televisão.


A empresa ouviu 6121 usuários de Internet, todos norte-americanos e com mais de 18 anos.
O Relatório completo pode ser baixado em pdf no site da DoubleClick.

marcos palacios
0 comments links to this post

segunda-feira, novembro 20, 2006

Sucesso dos blogs

Com o objetivo de identificar os fatores que contribuem para o sucesso dos blogs, a Northeastern University e a Backbone Media conduziram estudo com blogs que têm mais de um ano de atividade. Foram entrevistados 20 autores de blogs corporativos de empresas de diferentes tamanhos e áreas.

The five factors identified by the participants were:

1. Culture
2. Transparency
3. Time
4. Dialogue
5. Entertaining Writing Style and Personalization

A dica saiu do blog Jornalismo Digital, que informa que os resultados do estudo estão disponíveis online. Também é possível pedir, cadastrando um e-mail válido, uma versão em pdf.

Via Micro Persuasion.

Alberto Marques
1 comments links to this post

Potemkin Village Redux: Revisitando o jornalismo hiper-local norte-americano

Há um ano atrás, Tom Grubisich, da equipe do Online Journalism Review, fez uma levantamento e comentários sobre os principais jornais online norte-americanos com foco hiper-local e comunitário. Agora ele retorna ao tema e aos sites inicialmente visitados, para avaliar como eles se saíram em 2006 e especular sobre o futuro desse tipo de jornalismo.

marcos palacios
0 comments links to this post

La Stampa muda design e aposta em blogs de leitores

O La Stampa, da Itália, também está inaugurando seu novo design. Desde ontem o jornal está disponibilizado em três colunas na horizontal, 1024 pixels. O destaque é para os Blogs de Leitores. O La Stampa está apostando em seu crescimento e oferecendo quatro modelos, com diferentes lay-outs e recursos, para os leitores que desejem ter seu Blog no espaço do jornal. O mais básico é gratuito; o mais sofisticado custa 14,95 euros por mês.
Dos grande jornais italainos somente o Corriere della Sera resiste heroicamente com design de 800 pixels.
Via Pandemia

marcos palacios
0 comments links to this post

El País apresenta novidades


A partir de hoje, quem visitar o site do El País encontrará algumas inovações: novo desenho (na linha do que se vem instituindo como canónico - layout na horizontal, 1024 pixels a três colunas), novo endereço (elpais.com), novos conteúdos (vídeos, comentário às notícias e destaques da blogosfera) e mais informação de acesso gratuito.

Segundo o JW, “para manter os leitores por dentro do conteúdo do jornal, o principal esforço estaria a cargo da seção "Participa", novo espaço que, de acordo com o veículo, "dá ao internauta plena soberania para opinar, perguntar e debater" e agrega ainda a área "Yo, periodista" ("Eu, jornalista"), onde usuários podem publicar histórias, fotos e reflexões sobre os principais temas da atualidade.” O jornal criou uma página que detalha as mudanças.

Com o modelo antigo, o El País recebeu o prêmio da Society of News Design de jornal digital melhor desenhado do ano 2006 na Espanha e Portugal. A categoria foi de media on-line com mais de 10 milhões de visitas. Será que novos prêmios virão?

Via Jornalismo e Comunicação

Alberto Marques
0 comments links to this post

Especiais multimídia marcam conquista do campeonato brasileiro pelo São Paulo

O empate com o Atlético Paranense foi suficiente para selar a conquista do tetra-campeonato brasileiro pelo São Paulo, com antecipação de dois jogos.

Especias multimídia no Estadão e no G1.

Enquanto isso, o JB online traz como manchete esportiva, em sua primeira página: Botafogo empata em 2 a 2 com o Goiás. Nas páginas esportivas do jornal carioca, a conquista são-paulina mereceu exatos quatro parágrafos. Fez lembrar as manchetes sobre tênis ou handball, do diário argentino Olé, em dias de vitória futebolística brasileira sobre nossos tradicionais rivais.

marcos palacios
0 comments links to this post

domingo, novembro 19, 2006

Sergipe recebe V SBPJor em 2007

Esta saiu do SBPJor Notícias: A Assembléia Geral da SBPJor decidiu por unanimidade no dia 6 de novembro, em Porto Alegre, que a Universidade Federal de Sergipe sediará o V SBPJor. A proposta, previamente encaminhada pela coordenação local à diretoria em agosto deste ano, foi defendida pelo associado Carlos Franciscato.

O projeto enviado pela coordenação local cumpre com todas as exigências formais estabelecidas no Regimento para os Encontros Nacionais da SBPJor. Na proposta estão detalhados apoios, possibilidades de patrocínio, infra-estrutura disponível, atividades do grupo de pesquisa mantido pelos pesquisadores e os integrantes da comissão organizadora local.

No próprio congresso o presidente Elias Machado aproveitou para discutir alguns aspectos preliminares com Carlos Franciscato. “Começamos a discutir o possível tema para o encontro. Depois de uma aproximação com as experiências de relação entre a pesquisa e o interesse público, nosso objetivo é que aproveitemos o encontro de 2007 para uma discussão mais conceitual”, adianta Elias. Até o final do ano devem ser definidos o calendário de atividades, tema do congresso e elaboração de uma primeira proposta de programa.

Alberto Marques
0 comments links to this post

Pesquisadores do GJOL publicam artigo na Brazilian Journalism Research

Os pesquisadores do GJOL, Elias Machado, Marcos Palacios, Luciana Mileniczuk, Suzana Barbosa e Beatriz Ribas acabam de publicar o artigo Beyond prophecies: A critique of "New news' retrospective by Nora Paul" no Vol 2 número 1 da revista científica da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo, a Brazilian Journalism Research. O artigo faz um balanço dos dez primeiros anos do jornalismo digital, tomando como parâmetro o texto escrito pela colega Nora Paul. Até o começo de dezembro a revista deve estar on-line no sítio web da SBPJor em http://www.sbpjor.org.br Para adquirir o exemplar impresso contactar com Claudia Lago em clago@sbpjor.org.br.

Elias Machado.
0 comments links to this post

Pauta Geral traz grandes nomes do jornalismo digital

Rosental Calmon Alves, Xosé López, Lizy Navarro, Cláudia Quadros e Luciana Moherdaui. Todos têm textos publicados no número oito da Revista Pauta Geral, especializada em jornalismo. Maiores informações, através do email atendimento@editoracalandra.com.br
Elias Machado
0 comments links to this post

SIC Internacional acha "natural" veicular notícias com defasagem de quatro horas

Houve um tempo em que os jornais impressos eram Matutinos e Vespertinos. Os Vespertinos tinham por função atualizar os Matutinos e dar as "últimas notícias". Em casos muito especias (guerras, mortes, atentados, etc) uma Edição Extra podia se justificar. A imagem do menino-jornaleiro gritando "Extra!Extra!Extra!" tornou-se um cliché nos filmes de Hollywood.O rádio e depois a televisão acabaram com essas práticas jornalísticas. Com suas características de imediaticidade e atualização contínua, o rádio e a TV assumiram o papel de atualizadores da informação, acompanhando os fatos minuto-a-minuto e dando as "últimas notícias".
Seria de se pensar que assim fosse em todo o mundo, desde há muito. ..
Descobrimos que não é assim para a SIC Internacional, de Portugal.
Comentando a cobertura do episódio do sequestro do ônibus 499, no Rio de Janeiro, publicamos uma postagem indicando a defasagem da SIC em seu Jornal da Noite das 22:00 h. (Brasília). As informações veiculadas estavam com atraso de cinco horas, em relação aos acontecimentos.
Uma colega jornalista, leitora do Blog, levou a postagem ao conhecimento da SIC que, em nota que reproduzimos abaixo, confirma que o Jornal da Noite, das 22:00 h., nada mais é que a "repetição", sem qualquer atualização ou edição, da versão veiculada às 18:00 h (Brasília).
Uma medida paliativa seria a SIC, a exemplo das companhias de tabaco, passar a divulgar uma advertência, antes do início de seu jornal.
Algo do tipo:
O Ministério das Comunicações adverte: este produto jornalístico pode prejudicar gravemente seu sentido de informação e colocá-lo em defasagem com o resto do mundo.

Segue a nota-resposta da SIC Internacional:

Cara Sra.,
Recebemos a sua mensagem, que mereceu a nossa melhor atenção.
Agradecendo o seu interesse pela nossa estação televisiva, informamos que o Jornal da Noite a que se referem no blog trata-se de uma repetição, pelo que é natural alguma desactualização para quem visse a repetição do noticiário.
Sem outro assunto de momento, e esperando poder continuar a merecer a sua confiança, apresentamos os nossos sinceros cumprimentos,

Bruno Costa
Assistente Relações Públicas
*******************************
Leia a postagem que deu origem à resposta da SIC

marcos palacios
4 comments links to this post

BBC pagará por conteúdo enviado por cidadãos

A BBC começará a pagar por conteúdo enviado pelos cidadãos. Estão avisando que serão seletivos, mas já é uma boa iniciativa.

BBC staff can now issue payments for footage from cell phones or digital cameras. But "we do not want to give people the impression that we will pay for hundreds of pieces of user-generated content," said Vicky Taylor, BBC's head of interactivity.
Via The Editors Weblog

Alberto Marques
0 comments links to this post

sábado, novembro 18, 2006

New Scientist: como será o mundo em 50 anos?

Para comemorar o quinguagésimo aniversário de sua publicação, a New Scientist preparou um especial com vários cientistas fazendo previsões para as próximas cinco décadas. Viveremos mais de 100 anos? Estaremos seguindo um novo padrão evolutivo? Faremos contacto com alienígenas? Decifraremos o mistério das origens do Universo? Como nos comunicaremos? Como estará o meio ambiente? Quais serão os desdobramentos da consciência humanas?
Veja o que eles dizem e deixe também suas previsões.

marcos palacios
0 comments links to this post