terça-feira, outubro 16, 2007

Repórteres sem Fronteiras: classificação mundial de Liberdade de Imprensa

Pelo sexto ano consecutivo a ONG Repórteres sem Fronteiras publicou hoje o seu Relatório Mundial sobre Liberdade de Imprensa, com uma escala de 0,75 (mais liberdade) a 114,75 (mais repressão) na qual estão enquadrados 169 países. A Noruega figura em primeiro lugar, como o país de maior liberdade de imprensa, e a Eritréia aparece como o mais repressor. O Brasil ocupa um lugar no meio da escala, na nada invejável posição 89, especialmente em virtude de violências cometidas contra jornalistas. O México continua sendo o país mais perigoso para a imprensa no continente americano, na posição 136 da classificação geral.
Os Estados Unidos aparecem na posição 48, mas quando as áreas extra-territoriais são analisadas, a posição cai para 111 e os USA empatam com Camarões (Cameroon).
Outro detalhe digno de nota é que o Relatório aponta que blogueiros são agora tão perseguidos quanto jornalistas dos meios convencionais.Além da China, Malásia, Vietnan, Egito e Tailândia estão entre os países que prenderam blogueiros e censuraram sites na Internet.
Conheça a classificação completa e os critérios metodológicos adotados no site dos Repórteres sem Fronteiras.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home