terça-feira, dezembro 04, 2007

Livros para quem não tem medo de queimar nas profundas do Inferno


Desde 1844 Bibloteca Nacional da França tem uma seção especial denominada Inferno (Enfer) onde ficam estocados livros – ilustrados ou não – que poderiam fazer-nos “pecar”, “condenar-nos”.
Atualmente o Inferno conta com mais de 1700 publicações, muitas das quais nunca estiveram acessíveis ao público. As obras “infernais” vão de um manuscrito do Roman de la Rose, de Guillaume de Lorris e Jean de Meung, do século XIV, a Au Jour dit, de Pierre Bougeade, publicada em 2000.
Agora, pela primeira vez, uma seleção de 300 dessas obras estará em exposição pública, até 02 de março de 2008. Quem quiser vê-las – e se arriscar a ser jogado nas chamas do Inferno- deve ser maior de 16 anos.
Detalhes abundantes (uupss... Freud explica...) e algumas das ilustrações estão em uma reportagem de El País.
marcos palacios

Marcadores: ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home