domingo, maio 18, 2008

Anunciar em jornal gratuito degrada a marca?

Deu no Público: "As marcas que publicam anúncios nos jornais gratuitos são penalizadas pelos portugueses, que têm muito pouco apego emocional a estes produtos, que consideram "populares", e avaliam de forma negativa a publicidade ali inserida. Esta é uma conclusão de um estudo encomendado pela Associação Portuguesa de Anunciantes (Apan) (...)
E será das conclusões mais surpreendentes entre as 800 respostas recolhidas pela Synovate, empresa que realizou este estudo exploratório sobre a relação entre os portugueses e os media.
"É uma área que se deve tentar perceber melhor em futuros estudos", sublinhou Ana Sepulveda, da Synovate, durante a apresentação.
"A penalização [dos gratuitos] pode ter a ver com o seu grafismo, com a visão que se tem das marcas e da mistura entre conteúdo publicitário e informação, as capas por exemplo, ou com a forma como são distribuídos."
Mais.
Para abrir-se um debate seria necessário, é claro, o acesso à totalidada de pesquisa, metodologia adotada, estratos de público auditados, etc. E, naturalmente, uma das primeiras coisas a se perguntar é o que significa "penalizar", neste caso. Quem penaliza? A "penalização" não teria como contrapartida a "popularização"?

marcos palacios

Marcadores: , ,

2 Comments:

Anonymous joaquim ribeiro said...

Não percebo esse estudo. Em Famalicão existe um semanário há 8 anos,com distribuição gratuíta, porta a porta e que podem ver em www.opovofamalicense.com e a publicidade resulta para os anunciantes e os leitores estão satisfeitos com o conteúdo. Tem 15.000 exemplares e também podem ver em http://pt.wikipedia.org/wiki/Imprensa_gratuita, como dos mais antigos do páis, com coragem para só fazer informação local.

1:06 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

3:27 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home