quarta-feira, outubro 01, 2008

Nova rotina de produção jornalística pode acabar com a função de Editor

Uma reforma que poderá acabar com os Editores de seções e estabelecer uma nova rotina de produção, com os repórteres alimentando diretamente as páginas, foi anunciada em um memorando interno da rede de jornais Express, que inclui o Daily Express e Sunday Express, na Grã Bretanha.
E atenção: não estamos falando de edição online, mas dos veículos impressos.
A notícia foi divulgada pelo Guardian. A nova rotina de produção implicará na dispensa de cerca de 80 Editores. Os repórteres passarão a escrever suas matérias diretamente nos templates. Em seguida os textos serão revisados por uma equipe de 26 copidesques e advogados, divididos em dois grupos (Notícias e Esportes), que darão forma final ao textos, alterando-os quando necessário. A programação visual das páginas continuará a ser definida por designers/diagramadores, através do sistema de publicação em funcionamento nos jornais.
O memorando explica que as mudanças são necessárias pois "as perdas de receitas significam cortes inevitáveis para assegurar nossa sobrevivência a longo prazo".
A empresa está em negociação com a central sindical de jornalistas na Grã-Bretanha, para evitar protestos com introdução das mudanças.
Mais detalhes.

marcos palacios

Marcadores: , ,

5 Comments:

Blogger jvk said...

O mais complicado mesmo é saber que os textos podem ser alterados por advogados.

10:32 AM  
Blogger GJOL said...

Além disso, sem um Editor, quem define a linha política e a hierarquia de informação dentro de cada seção?

11:06 AM  
Blogger Carlos d'Andréa said...

Palacios, fiquei muito impressionado com esta notícias e estou repercutindo no meu blog. Você teria o link correto pra matéria do Guardian? O indicado no post está quebrado. Abs, Carlos

7:59 PM  
Blogger Baiano said...

Faltou o SS no link:

http://www.guardian.co.uk/media/2008/oct/01/dailyexpress.sundayexpress

Como disse o Carlos no NMidias: É estarrecedor!

9:48 PM  
Blogger GJOL said...

O link já está restabelecido na mensagem. Desculpem pela falha inicial e obrigado pela indicação.
abs
marcos palacios

11:12 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home