terça-feira, novembro 11, 2008

Tomograma em vez de holograma


Uma semana depois da CNN apresentar o que chamou de primeiro holograma exibido por uma rede de TV, conforme comentamos em post anterior, o assunto ainda repercute. O professor de física teórica Hans Jürgen Kreuzer, da Dalhousie University, no Canadá, revelou que, na verdade, as imagens vistas eram tomogramas: imagens que são capturadas de todos os lados, reconstruídas por computadores para, então, serem exibidas numa tela. Hologramas, por outro lado, são imagens projetadas no espaço.


"The CNN anchors were not really speaking to three-dimensional projected images, but rather empty space, Kreuzer said. The images were simply added to what viewers saw on their screens at home, in much the same way computer-generated special effects are added to movies", explicou Kreuzer em matéria da CBCNews.ca que ganhou destaque também no NP Posted.
Imagens holográficas são geralmente capturadas e projetadas usando lasers e, de acordo com o professor canadense, não está longe da tecnologia permitir fazer o que a CNN tentou. Ele diz que em vez de laser, o diodo (Light-emitting Diodes, LED) seria mais seguro.
Segundo Rosemary D´Amour, em matéria no Editors Weblog, a quantia para realizar o holograma - exibido durante a cobertura da apuração das eleições nos EUA - foi estimada entre 300 mil e 400 mil dólares.

Suzana Barbosa

Marcadores: , , ,

2 Comments:

Blogger Paulo said...

Inclusive o apresentador Wolf Blitzer só via a imagem da repórter Jessica Yellin através de um monitor de Tv colocado ao fundo. Ou seja, a imagem estava longe de ser um holograma.
bjs
Paulinho

11:50 AM  
Anonymous Luís Gustavo said...

Dica de blog: www.comunincra.com Assessores de Comunicação do Incra decidiram criar um blog para compartilhar experiências do dia-a-dia de trabalho e ações de Comunicação do órgão nos estados.

3:07 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home