quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Mercado, embalagens e suas facetas

Uma notícia da Folha online, de agência, publicada na editoria de informática, levou-me mais uma vez à reflexão: o que é notícia? Ministro italiano termina namoro de 9 meses por mensagem de texto é de uma “pobreza reflexiva”, de conteúdo, sem tamanho. Para mim, no enquadramento que está, não seria tão estranho se fosse publicada na revista Caras.

Acabei lembrando do exemplo clássico, e das discussões antológicas, que alguns mestres dão na graduação: quando um cachorro morde alguém (que não seja o presidente), não é notícia, mas quando alguém morde o cachorro (do presidente?), aí então é notícia.

A matéria pode nos levar a pensar em diversas perspectivas, à luz das teorias de newsmaking e de gatekeeper. Leiam o texto publicado e comentem o que acham!

Indico dois artigos sobre o tema:

A notícia e os valores-notícia. O papel do jornalista e dos filtros ideológicos no dia-a-dia da imprensa, da pesquisadora Thaís de Mendonça Jorge, e Limites teóricos e metodológicos nos estudos sobre a noticiabilidade, do pesquisador Carlos Eduardo Franciscato.

Alberto Marques

Marcadores: ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home