segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Novo modelo para apuração, produção e distribuição da notícia

Paul Bradshaw. dentro da sua proposta de apresentar modelos para as redações do século XXI para se pensar o jornalismo, defende hoje a idéia de que os aspectos de apuração, produção da notícia e distribuição da notícia se encontram em processos distintos do tradicional. Para ele as separações destes processos dá lugar agora há um processo mais complexo e imbricado (ilustração acima) em que não é possível separar de forma clara os processos tendo em vista que a apuração, a produção e circulação dos conteúdos circulam simultaneamente em Delicious, blogs, Twitter, RSS, telefones móveis (Qik). A série completa pode ser vista na tag 21st-century-newsroom.


O livro "Online Newsgathering - research and reporting for journalism" de Stephen Quinn e Stephen Lamble (Focal Press, 2008) problematiza estas mesmas questões de Bradshaw em outro nível: defendem a tese de que a convergência das mídias, novas plataformas para distribuição e as mudanças pelo qual o jornalismo passa forçam os jornalistas a mudar a forma de apurar as notícias. Da mesma forma as redações teriam que repensar os seus fluxos de apuração, produção e distribuição de conteúdo. Para eles é necessário preparar os "mono-media journalists" para o terreno da reportagem multimídia, para o cenário de multi-plataformas. 

Fernando Firmino

Marcadores: ,

1 Comments:

Anonymous Observador said...

Muito bom seu blog. Parabéns!

5:37 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home