terça-feira, março 31, 2009

Cinco mil jornalistas serão afetados pela crise

O presidente da Associação de Imprensa de Madrid (APM), Fernando González Urbaneja, estimou que 5 mil postos de trabalhos serão afetados pela crise, seja com a precarização do trabalho ou mesmo pela rescisão dos contratos. O diretor afirmou que, na Espanha, existem cerca de 30.000 profissionais, isso significa, segundo Urbaneja, que, em cada dez jornalistas, dois serão prejudicados (16%) com a atual situação. Mais informações podem ser encontradas no El Mundo.

Alberto Marques

Marcadores: , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home