quarta-feira, abril 22, 2009

Criada a Confederação Ibero-Americana das Associações Científicas de Comunicação

Os representantes de onze entidades científicas presentes ao XI Congresso IBERCOM, na cidade do Funchal (Madeira, Portugal), reunidos em assembleia geral, no dia 18 de abril de 2009, decidiram fundar a Confederação Ibero-Americana de Associações Científicas de Comunicação - CIAC.
A entidade tem por objectivo central a promoção do debate e da produção científica ibero-americana no campo das Ciências da Comunicação, em termos nacionais e internacionais, tendo em vista a importância das línguas oficiais e culturas em que se expressam e relevando os diversos sistemas de informação e comunicação do mundo contemporâneo.

A primeira diretoria, eleita com mandato de dois anos, será presidida pelo professor José Marques de Melo (Brasil). A diretoria está composta por uma executiva com mais sete membros: 1º vice-presidente, Francisco Sierra (Espanha); 2º Vice-Presidente, Erick Torrico (Bolívia); Diretor Acadêmico, Moisés Lemos Martins (Portugal); Diretor Administrativo, Elias Machado (Brasil); Diretor Científico, Luís Albornoz (Espanha); Diretor Institucional, Luís Humberto Marcos (Portugal); e Diretor de Relações Interdisciplinares, Rodrigo Gomez (Mexico). Foi também eleito um Conselho Fiscal composto por três membros: António Gomez (Bolívia), Gustavo Cimadevilla (Argentina) e Tereza Quirós (Peru).

Na assembléia de fundação estiveram representadas entidades científicas da Argentina Federacción Argentina de Carreras de Ciencias de la Comunicación - FADECCOS), Bolívia (Asociación Boliviana de Investigadores de la Comunicación - ABOIC), Brasil (Federação Brasileira de Associacões Científicas ou Acadêmicas de Comunicación - SOCICOM, cuja delegação foi integrada pelas associações nacionais abrangentes como INTERCOM e COMPOS, bem como pelas entidades segmentadas como ABRAPCORP, FOLKCOM e SBPJOR), Espanha (Asociación Española de Investigación de la Comunicación - AE-IC), México (Asociación Mexicana de Investigadores de la Comunicación - AMIC) e Portugal (Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação - SOPCOM), além de associações internacionais como a Associação Ibero-Americana de Comunicação (IBERCOM); Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicaión (ALAIC); União Latino-Americana de Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura ( ULEPICC), Federación Latinoamericana de Facultades de Comunicación Social -( FELAFACS) e Federação Lusófona de Ciências da Comunicação (LUSOCOM).

Na mesma assembleia foi aprovada a "Carta-Programa da Madeira" na qual se estabelecem as prioridades de atuação da entidade, em particular, para os dois primeiros anos de atividades. Ficou ainda decidido que a sede da Confederação ficará na cidade de S. Paulo, Brasil, local onde será feito o registo jurídico da entidade. O Brasil vai sediar também a I Conferência Mundial de Pesquisa em Comunicação Ibero-Americana e o I Forum Ibero-Americano de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação, previstos para o biênio 2010-2011.

marcos palacios

Marcadores: ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home