domingo, junho 14, 2009

Pesquisadores brincalhões reeditam Sokal e publicam artigo gerado por computador

A notícia vem da Folha Online:
"O editor-chefe do periódico científico de acesso aberto "The Open Information Science Journal", Bambang Parmanto, pediu demissão anteontem, depois que foi revelado que sua revista aceitou publicar um artigo científico sem sentido, gerado por computador por dois pesquisadores brincalhões.
A denúncia foi feita na quarta-feira pela revista norte-americana "The Scientist".
O periódico teria informado aos dois "autores" que seu manuscrito já havia passado por "peer-review" (revisão pelos pares), processo pelo qual artigos científicos são avaliados por pareceristas independentes --justamente para evitar erros ou fraudes. Em seguida, teria cobrado deles US$ 800 de taxa de publicação."
O fato repete o famoso feito de Alan Sokal que, em 1996, conseguiu publicar um artigo "pós-moderno" totalmente forjado e sem nexo no prestigioso jornal de estudos culturais Social Text (Spring/Summer 1996), publicado pela Duke University Press.
Há inclusive um gerador de artigos desse tipo disponível online. É o Communications from Elsewhere. Quem não conhece vai se deleitar. A cada vez que se renova o acesso (refresh) um artigo novo é gerado...

Só um adendo: um periódico que cobra U$ 800 para publicar um artigo merece ser sokalizado. Viva o Acesso Livre e irrestrito à produção científica!

marcos palacios

Marcadores: , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home