domingo, setembro 27, 2009

Cultura Digital.br: livro usa entrevistas com especialistas para provocar debates

Organizado por Rodrigo Savazoni e Sérgio Cohn, com a supervisão de José Murilo Jr. e Álvaro Malaguti, integrantes da coordenação executiva do Fórum da Cultura Digital Brasileira, o livro CulturaDigital.BR é definido por seus organizadores como " nosso caderno de provocações. Pretendemos com esse trabalho estimular a rede a refletir sobre os desafios contemporâneos. A partir de conversas abertas com pensadores de diversas áreas do conhecimento, procuramos mapear as principais questões que circundam a cultura digital. Trata-se da abertura de um diálogo".
O livro está composto por entrevistas de Alfredo Manevy, André Lemos, André Parente, André Stolarski, André Vallias, Antonio Risério, Bernardo Esteves, Claudio Prado, Eduardo Viveiros de Castro, Eugênio Bucci, Fernando Haddad, Franklin Coelho, Gilberto Gil, Guido Lemos, Hélio Kuramoto, Jane de Almeida, Juca Ferreira, Ladislau Dowbor, Laymert Garcia dos Santos, Lucas Santtana, Marcelo Tas, Marcos Palácios, Ronaldo Lemos, Sergio Amadeu e Suzana Herculano-Houzel.
O volume está disponível para download gratuito.

marcos palacios

Marcadores: , , ,

2 comments links to this post

sábado, setembro 26, 2009

Um modelo matemático: a curva da evolução da confiança excessiva

O que há em comum em desastres tão calamitosos quanto a I Guerra Mundial, Vietnan, Guerra do Iraque, colapso recente do sistema financeiro, estouro da bolha da Internet nos 90´s ?
De acordo com Dominic Johnson, da University of Edinburgh, e seu associado James Fowler da University of California (San Diego), a resposta é que todos eles podem ser creditados à tão humana condição de excesso de confiança (overconfidence).
Os dois pesquisadores, que trabalham nas áreas de Ciências Políticas e Relações Internacionais, criaram um modelo matemático para mostrar como a overconfidence funciona nas relações humanas e descobriram, entre outras coisas, que ela aumenta quanto mais incerta uma situação se torna!
A área de relações internacionais, segundo eles, é tremendamente vulnerável aos efeitos da overconfidence...
Leia mais na Technology Review.
Ou faça o download do artigo completo.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

quinta-feira, setembro 24, 2009

Difusão e Cultura Científica : coletânea será lançada amanhã na UFBA

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

quarta-feira, setembro 23, 2009

Revista Famecos 39 traz dossiê sobre Comunicação e Cultura

Um Dossiê de sobre Comunicação e Cultura, a partir dos trabalhos do GT da Compós é o tema de capa da Revista Famecos 39, recém disponibilizada online.
A edição traz também artigos sobre Imagem Visual, Ciberespaço, Narrativas Midiáticas e Teoria da Comunicação.
Livre acesso na Web.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

O dia em que a Opera House de Sidney foi transportada para Marte


Em foto de James D. Morgan (Rex Features), publicada na New Scientist, a Opera House de Sydney em meio à tempestade de areia que está assolando a Austrália.

marcos palacios

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

domingo, setembro 20, 2009

O Globo anuncia novo canal para reforçar interatividade com o público


Na semana em que foram iniciadas as obras para que as redações do impresso e do on-line possam trabalhar integradas, O Globo está lançando um novo canal para reforçar "seu papel de porta-voz da sociedade, em qualquer plataforma". Intitulado "Nós e você. Já são dois gritando", o canal tem como objetivo "ser um grande fórum de discussão dos problemas que mais afligem o Rio de Janeiro e o país", disponibilizando 36 temas para que os leitores/usuários escolham aqueles que querem ver dabatidos.
A cada semana, pelos próximos três meses, um assunto será selecionado através de votação on-line e também será o tema de reportagens escritas pelos jornalistas do Globo, as quais serão publicadas no jornal, no site e também adaptadas para veiculação via celular. O novo canal agrega a seção de jornalismo colaborativo do site OGlobo - a Eu-Repórter - um mapa interativo para indicar a geografia dos problemas segundo os leitores/usuários, e o Twitter.
- Nós, na Infoglobo, temos um sonho, que é ampliar horizontes, dando voz e espaço à sociedade para, assim, conectar, informar e entreter, ajudando a construir um Brasil justo, sustentável, criativo e mais feliz, declara Paulo Novis, diretor-geral da Infoglobo, em matéria publicada hoje no site e no jornal.
Hoje à noite, no intervalo do Fantástico, filme de 60 segundos anunciará na TV a nova campanha.

Suzana Barbosa

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

Dados sobre a Revolução Digital e as mídias: assista e atualize-se

0 comments links to this post

Criada a ANABA: Associação Nacional dos Blogueiros Anônimos

A proibição do anonimato em manifestações jornalísticas sobre as eleições, que faz parte das reformas eleitorais aprovadas pela Câmara, no que diz respeito ao uso da Internet no processo eleitoral, motivou a criação da ANABA (Associação Nacional dos Blogueiros Anônimos).
Conheça os estatutos.

marcos palacios

Marcadores: , ,

1 comments links to this post

Pesquisa analisa impacto da internet no trabalho de jornalistas

Como os jornalistas europeus analisam o impacto da internet em seu trabalho? Esta é a pergunta que o European Digital Journalism Survey 2009 responde. Segundo o professor Ramon Salaverria, 350 jornalistas de sete países europeus foram inquiridos. Os dados foram publicados pela Oriella PR Network. Mais informações no blog e-periodistas ou na própria pesquisa.

Alberto Marques

Marcadores: ,

0 comments links to this post

sábado, setembro 19, 2009

Social media: guia para consolidação de marcas

Está disponível na rede um guia para utilização institucional das mídias sociais. São 10 conselhos de uso dos novos meios para criar uma marca. A publicação não ensina somente como fazer, ela aconselha também o que não fazer. Além disso, existe um glossário com expressões para quem quer trabalhar com meios sociais. Apesar de não ter lido, quem tiver interesse no assunto vale a pena conhecer.
Via Blogs corporativos.

Alberto Marques

Marcadores:

0 comments links to this post

sexta-feira, setembro 18, 2009

Reuters publica livro sobre Jornalismo Participativo: livre acesso

Publicado pelo Reuters Institute for the Study of Journalism, está disponível para download gratuito, mais um livro sobre Jornalismo Cidadão e Participativo.
Coisa rápida, de apenas 50 páginas, mas incluindo tópicos como a incorporação da participação pelo mainstream e algumas "predições para o futuro".
O Institute tem uma considerável coleção de publicações disponíveis para download.
Vale a pena conferir.
Via Ponto Media de António Granado

marcos palacios

Marcadores: , , , ,

0 comments links to this post

Sobre Comunicação Animal: "Dança das Abelhas" reinterpretada e relativizada


A chamada Linguagem das Abelhas, caracterizada por uma dança executada como uma forma de indicar a localização de fontes de alimento para a colméia, sempre figurou nas aulas de "Comunicação e Linguagem" como um exemplo impressionante da "Linguagem Animal".
Descoberto e pela primeira vez interpretado por Karl von Frisch, em 1946, o código está sendo agora relativizado e colocado em questão. Afinal, a dança não parece ser tão importante como forma de comunicar a localização de fontes de alimento e, ao que parece, grande parte das próprias abelhas desconhece o código ou ignora a mensagem.
Ou existiria um "analfabetismo" entre as abelhas?
A reportagem está na New Scientist

marcos palacios

Marcadores: , , ,

1 comments links to this post

Mãos


Em foto de Khalid Tanveer, da AP, paquistanesas exibem as mãos decoradas com henna, em preparação para celebrar o Eid al Fitr, festa que marca o fim do jejum realizado no mês sagrado do Ramadã.
Clic na foto para vê-la ampliada, como merece, junto com outras excelentes imagens do Ramadã em vários lugares do mundo, publicadas no UOL.

marcos palacios

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

Buscando no Google em períodos de tempo determinado

Quando fazemos uma busca no Google os resultados gerais não estão ordenados por data de publicação das páginas e sites, mas pela "relevância", o que significa, em termos básicos, pela "popularidade". Assim, temos sempre materiais de diferentes idades misturados nos resultados.
Como ordenar as buscas por tempo, de maneira a receber somente resultados na faixa de tempo que nos interesse?
A dica foi dada no Ask Bob Rankin. Desde maio, o Google incorporou um mecanismo que permite esse tipo de ordenamento. Depois de fazer uma busca, clic no +Show options, que aparece na parte de cima esquerda da lista e vai ser aberta uma janela de opções que inclui o ordenamento por tempo.
Mas, atenção, não se trata da data de publicação da página ou documento, mas a data de incorporação do endereço ao serviço de buscas do Google.
Mas certamente já é um avanço.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

Livros sobre Comunicação Européia disponíveis para download

The European Communication Research and Education Association (ECREA) disponibilizou as suas publicações para download gratuito no Scribd. Para fazer o download é necessário um registro (gratuito) no Scribd.

Os títulos disponíveis são:
- The European Information Society. A Reality Check (2003), edited by Jan Servaes
- Towards a Sustainable Information Society. Deconstructing WSIS (2006), edited by Jan Servaes and Nico Carpentier
- Reclaiming the Media. Communication Rights and Democratic Media Roles (2007), edited by Nico Carpentier and Bart Cammaerts
- Finding the Right Place on the Map. Central and Eastern European Media Change in a Global Perspective (2008), edited by Karol Jakubowicz and Miklós Sükösd
- Press Freedom and Pluralism in Europe. Concepts and Conditions (2009), edited by Andrea Czepek, Eva Nowak and Melanie Hellwig

A ECREA é uma associação sem fins lucrativos que visa promover a pesquisa em mídia e comunicação na Europa e volta-se especialmente para o apoio a pesquisadores jovens.
A dica para esta mensagem saiu de uma comunicação do Prof. Ramón Salaverría, na Lista Infotendencias.

marcos palacios

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

quarta-feira, setembro 16, 2009

Novos meios, novos modos, novas linguagens: uma coletânea da Universidad de Rosario

Credibilidade, jornalismo cidadão, uso de blogs, novas formas narrativas são alguns dos temas tratados pelo livro Nuevos Medios, Nuevos Modos, Nuevos Lenguajes, volume de textos resultante do Primer Foro en Periodismo Digital, uma iniciativa conjunta da Universidad Nacional de Rosario (Argentina) e da Fundación La Capital. O Foro aconteceu em junho de 2008.
A coletânea, que tem livre acesso na Web, foi editada pelos professores Fernando Irigaray, Dardo Ceballos e Matías Manna.
Além dos textos, o volume inclui entrevistas dos pesquisadores João Canavilhas, Ramón Salaverría, Roberto Igarza, Alejandro Piscitelli, Carlos Scolari e um diálogo entre Rosental Alves e Gumersindo Lafuente.

marcos palacios

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

terça-feira, setembro 15, 2009

Lendo noticias de forma rápida com o Fast Flip

O Google Labs está experimentando com o Fast Flip, uma maneira rápida ler notícias.
Já provou?

marcos palacios

Marcadores: ,

0 comments links to this post

segunda-feira, setembro 14, 2009

Sobre modelos de negócios na Internet: caricaturas online

Creatividade é (quase) tudo quando se procura criar novos negócios na internet. Um artista português saiu-se com uma: vende caricaturas online.
Você manda a foto, ele manda a caricatura.
Custa 20 Euros, mais o porte postal.
Confira a qualidade do trabalho.

marcos palacios

Marcadores:

0 comments links to this post

Como você desperdiça seu tempo na Internet e não faz o trabalho que deveria fazer

Do Blog do Gipo, Gilson Porto Jr. , professor da Unitins, pedagogo e jornalista, vem uma curiosa pirâmide das distrações online (clic na imagem para ampliá-la), criada por David McCandless, e apresentada em seu site Information is Beautiful.
Explica Gilson: "A proposta de McCandless parte de sua própria vivência - "I understand this post reveals much about my pitiful life", revela o autor - com o uso das diversas ferramentas e funcionalidades que a web disponibiliza. A hierarquia proposta, parece muito com a Pirâmide de Maslow da teoria das necessidades humanas, porém o autor não informa se a idéia partiu daí. De qualquer forma, ela é bem bolada e vale o esforço de sistematização."

marcos palacios

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

A Narratividade nos Documentários é o tema do número 6 da Doc-Online

Está online o número 6 da Doc-Online, Revista Digital de Cinema Documentário. O número atual está dedicado à temática das Narrativas.
A Revista Digital de Cinema Documentário possui uma periodicidade semestral e resulta de uma parceria entre a Universidade da Beira Interior (Portugal) e a Universidade Estadual de Campinas (Brasil), encontrando-se sediada no servidor do Labcom-Laboratório de Comunicação On-line (UBI).
A Doc On-line tem por objetivo divulgar pesquisas no âmbito do documentário, com especial ênfase nas abordagens de carácter multidisciplinar.

marcos palacios

Marcadores: , , , ,

0 comments links to this post

domingo, setembro 13, 2009

Dash Shaw traz renovação nos quadrinhos alternativos dos EUA


Matéria no G1 e material no site de Shaw.

marcos palacios

Marcadores: ,

0 comments links to this post

Tecnologia Digital e a Escrita dos Jovens: uma revolução literária?

Paulo Henrique de Almeida é Professor Associado I da Universidade Federal da Bahia, atualmente licenciado e a serviço da Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia, onde ocupa cargo de Superintendente de Planejamento Estratégico.
Colaborando neste Domingo no Blog do GJOL, ele retoma "um tema muito debatido: a necessidade de não ser anacrônico na análise do impacto das novas tecnologias sobre a formação da juventude".
marcos palacios

***************************************************
A Nova Capacidade de Ler e Escrever

"A revista Wired deste mês traz um artigo de Clive Thompson intitulado The New Literacy. Não consigo achar um sinônimo, vou de "A Nova Capacidade de Ler e Escrever". O artigo trata de uma pesquisa realizada por Andrea Lunsford, professora de redação e retórica na Universidade de Stanford.
Thompson retoma a questão que atormenta minha geração de professores: será que Facebook, Power-Point, Google etc. estão anunciando uma nova "era de quase analfabetismo", de iletrados em massa? O que esperar dessa "desidratação" da linguagem que a garotada pratica nos twiters, msn e sms da vida?
Lunsford estudou, entre 2001 e 2006, 14.672 amostras de textos de estudantes de Stanford. Qualquer tipo de texto: emails, exercícios em sala, postagens em blogs, chats etc. Conclusão: longe de estar matando nossa capacidade de escrita, a tecnologia está revivendo a capacidade de redigir. Trata-se, segundo Lunsford, de uma revolução litérária que não se vê desde a civilização grega.
Primeiro: os jovens escrevem hoje muito mais do que as pessoas de quaisquer das gerações anteriores. (Agora tenho pelo menos uma pesquisa empírica a sustentar meu ponto!).
Segundo: quase 40% do texto produzido por eles é produzido fora da sala de aula! Eis um dado mais que importante. Antes da Internet, a maioria dos americanos (e dos brasileiros) não escrevia quase nada fora da sala de aula. A exceção estava naqueles que exerciam profissões que exigiam a redação: advogados, jornalistas ou publicitários. A maioria saía da escola e não escrevia nem cartas. Nem telegramas.
Terceiro: a nova explosão da prosa é boa tecnicamente? Sim, responde Lunsford, porque ela tem KAIROS.
Por Kairos, os gregos entendiam "o tempo da ocasião oportuna", em oposição a chronos, o tempo sequencial. Mas, em retórica, kairos é também o princípio que governa a escolha das palavras e do estilo na argumentação, o momento de chamar a atenção do público, a forma, o conjunto de métodos necessários à persuassão. É como se, alavancados pela tecnologia, estivéssemos todos nos transformando em filósofos gregos, praticando, numa academia ou symposium ampliado, a arte da argumentação. O que nos obriga, mais uma vez, a associar a Internet ao conceito marxista de intelecto geral... mas voltemos ao artigo de Thompson.
Quarto: Lunsdorf mostra que a garotada escreve para uma audiência. Isso modifica o sentido do que constitui um "bom texto". Bom texto é aquele que organiza o debate, persuade, convence. O que nos leva ao significado da Internet para a radicalização da democracia...
Quinto: isso leva os jovens a perderem o interesse pela redação em sala de aula - para que escrever para um só indivíduo, o professor? Só para ganhar uma nota?
Sexto: isso não significa dizer que os meninos de Stanford não consigam distinguir as duas esferas. Os textos "acadêmicos" continuam sendo feitos em prosa acadêmica, careta, conforme às normas... para conseguir a nota...
Sétimo: mas o texto extra-classe leva a garotada à uma coisa fundamental - à concisão. Ah, que coisa maravilhosa! Quem é vítima daqueles chatos que não conseguem entender que esta é outra mídia sabe do que estou falando. A arte da síntese. Seja preciso, claro e breve!
Não serei aqui. Conversava outro dia com uma escritora, lá para os seus 60 e alguma coisa, sobre a onda dos "pockets". Não falo daqueles livros de bolso que minha geração conheceu. Falo dos ultra pockets de hoje, tipo "Freud em 15 minutos". Tipo "Glauber Rocha em 15 minutos de vídeo". Ou Romeu e Julieta no twiter, em 12 capítulos de 120 toques. "O horror", concordou a ilustre senhora. Mas, pensando bem. E se milhões tiverem contato com o pocket? Algumas dezenas ou centenas de milhares não terão o interesse despertado para a versão integral ou original?
Ademais, o que Balzac acharia da literatura irrealista e desintegrada do século XX? Pintamos como os medievais?
Oitavo: Lunsdorf comprova, por fim, que a garotada pode produzir textos incrivelmente longos. Sobretudo, quando trabalha ou se diverte coletivamente, nos blogs ou listas de discussão. Não resisto: de novo, o intelecto geral, a inteligência coletiva...
Fecho do artigo de Thompson:
"O que a juventude de hoje sabe é que saber para quem você está escrevendo e porque você está escrevendo pode ser o fator mais crucial de todos".

Paulo Henrique de Almeida

Marcadores: , , ,

5 comments links to this post

sábado, setembro 12, 2009

Ramón Salaverría correlaciona queda global do PIB com conteúdos pagos na Web

O Prof. Ramón Salaverría (Universidad de Navarra) produziu um gráfico com uma provocativa correlação: "El número de iniciativas para implantar contenidos de pago en medios digitales es inversamente proporcional a la evolución del PIB en los países occidentales."
Detalhes no e-periodistas

marcos palacios

Marcadores: ,

0 comments links to this post

Columbia Journalism Review: novos focos na discussão sobre o futuro do Jornalismo

Press Forwards: Dialogues on the Future of the News é uma nova série englobando ensaios, entrevistas, análises de casos e mesas redondas que a Columbia Journalism Review (CJR) está iniciando, com o propósito de explorar o passado como um recurso para pensar o futuro das notícias.
Uma pergunta tem sido recorrente ultimamente: "Como salvar o Jornalismo?"
A CJR acredita que as discusões em torno de "salvação" estão equivocadas em suas premissas:"Não se trata de salvação, mas de evolução".
"As notícias continuarão a existir, mas que forma irão tomar?"
"Os desafios colocados para o Jornalismo atual são melhor analisados pelo reflexão sistemática sobre as funções específicas das notícias e da Internet. Há um mérito em fazer a disjunção entre o meio e a mensagem: entender as propriedades de cada um, antes de entender como eles se encaixam um no outro".
Press Forward já começou.
Vale a pena seguir e conferir o que eles vão apresentar de novo.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

sexta-feira, setembro 11, 2009

Hackers vestem camisa da seleção brasileira em Maradona

Hackers invadiram a página da Asociación Argentina de Fútbol (AFA) e vestiram uma foto de Diego Maradona com a camisa da seleção brasileira. Embaixo a frase: "una imagen vale más que mil palabras".

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

O Twitter pode ser tudo, menos Jornalismo

O Twitter pode ser muitas coisas: um formidável sistema de alerta para novas notícias, um meio de organização, um monitor dos interesses mundiais e do comportamento da mídia, um execelente banco de links, um rico arquivo e até uma comunidade.
Mas, jornalismo o Twitter não é.
É esse o tom do comentário de Roger Conhen, colunista do The New York Times, que afirma que, de muitas maneiras, o jornalismo é a antítese do "Aqui estamos todos nós", desse dilúvio de matéria prima que as mídias sociais despejam a todo instante. Porque para Cohen, "jornalismo é distilação. É uma escolha de materiais, seja em palavras ou imagens, feita com o objetivo de apresentar a mais verdadeira, mais justa, mais vívida e mais completa representação de uma situação".
Vale a pena ler.

marcos palacios

Marcadores: , , , ,

4 comments links to this post

quarta-feira, setembro 09, 2009

História da Mídia Sonora no Brasil: livro com livre acesso na Web

Foi lançado, pelo Grupo de Mídia Sonora da Intercom, um livro sobre a História do Rádio no Brasil, que pode ser livremente baixado pela internet.
Trata-se do HISTÓRIA DA MÍDIA SONORA: Experiências, memórias e afetos de Norte a Sul do Brasil, editado por Luciano Klöckner e Nair Prata (Orgs.)
O livro reune está dividido em cinco temas, incluindo os temas: Rádio e Memória; Rádio Jornalismo e Tecnologia; Rádio Política e Comunicação Pública; Rádio, Perfis e Música; Rádio e Educação, em mais de 30 artigos de pesquisadores de todo o Brasil.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

domingo, setembro 06, 2009

Livro aborda novas formas de aprender e participar na Web 2.0

Web 2.0: novas formas de aprender e participar é o novo livro coletivo que tem a coordenação de Cillia Willem y Mariona Grané. Como o título sugere, a obra se propõe a lançar bases para os modos de participação e ensino na web 2.0, mostrar as tendências tecnológicas e visões sociais nesta área. O livro tem participação de diversos autores: Hugo Pardo, Ángel Fidalgo, entre outros.

Índice:


Web 2.0: nuevas formas de aprender y participar

  • Prólogo: (Antonio Bartolomé)
  • Presentación: (Mariona Grané y Cilia Willem)
  • LA WEB 2.0
  • LOS CONTENIDOS
  • LAS REDES SOCIALES
  • EL APRENDIZAJE
    • Contextos, medios y herramientas 2.0 en la práctica educativa(Mariona Grané)
    • Enseñar y aprender con la web 2.0 (Ángel Fidalgo)
    • Una visión crítica de la web 2.0 desde la educación. La eterna utopía del aprendizaje en red. (Hugo Pardo)
  • UNA MIRADA HACIA ADELANTE
    • Más allá de la web social: una prospectiva de la web en entornos educativos (Fernando Santamaría)
  • LAS AUTORAS Y LOS AUTORES


Adriana A. Rodrigues

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

sexta-feira, setembro 04, 2009

Marginalia Lab: projeto de experimentação de novas mídias

Marginalia + LAB é um projeto de experimentação colaborativa com as novas tecnologias digitais da informação e comunicação, desenvolvido em Belo Horizonte. A proposta é motivar a participação sobre estas áreas, e está aberto a quem quiser colaborar. Além disso, haverá workshops e encontros com os pesquisadores, artistas das áreas de tecnologia, arte e colaboração em redes, de forma a ampliar o alcance do projeto e consolidar atividades deste campo em Belo Horizonte. Entre os temas contemplados, destacma-se as mídias locativas, o processamento digital de imagens e o desenvolvimento de interfaces físicas.

O blog do projeto traz outras informações.

Adriana A. Rodrigues

Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

quinta-feira, setembro 03, 2009

Rio de Janeiro, a cidade mais feliz do mundo, o que prova que os Beatles estavam certos

A revista Forbes noticia que, segundo uma pesquisa realizada em várias cidades do mundo, o Rio de Janeiro é a cidade mais feliz do planeta.
Bem, já diziam os Beatles, Happiness is a warm gun....

marcos palacios

Marcadores: ,

2 comments links to this post

quarta-feira, setembro 02, 2009

Foto de pássaros em fios elétricos vira música

"Tudo começou com a foto de pássaros pousados nos fios de luz de uma rua feita pelo repórter fotográfico do Estado Paulo Pinto, de 49 anos, no interior do Rio Grande do Sul. Uma cena normal, dependendo do olhar. Para o paulistano Jarbas Agnelli, de 46 anos, a imagem "soou" como música".
Ouça a música e saiba detalhes de sua composição.

marcos palacios

Marcadores: , ,

0 comments links to this post

Bella Palomo discute crise no jornalismo e aponta soluções

No primeiro dia do curso sobre Inovação no Jornalismo, no Auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA, a professora Bella Palomo (Universidade de Málaga) tratou o tema "La prensa en crisis: hacia un cambio de modelo" contextualizando a crise na imprensa a partir da identificação das motivações e a necessidade de repensar o modelo. Números, vídeos e imagens que refletem o cenário de preocupação foram exibidos e discutidos pela palestrante enquadrando a relação com os jornalistas, as empresas de comunicação e o público. Além de apontar os problemas da crise, Palomo também apresentou soluções e questões relacionadas à inovação para o jornalismo. Hoje, no segundo dia do curso, Bella Palomo tratará das “Nuevas tendencias en el diseño de ciberdiarios”. O curso será encerrado amanhã e acontece a partir das 15h na FACOM/UFBA. A Profa. Palomo está em visita ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, através do Convênio CAPES/DGU de colaboração acadêmica entre Espanha e Brasil para estudo do ciberjornalismo.

Abaixo vídeos com fragmentos da apresentação do primeiro dia de curso.

Fernando Firmino






Marcadores: , , ,

0 comments links to this post

AlterJor: publicada revista sobre Jornalismo Popular e Alternativo

Está disponível online o primeiro número da AlterJor, revista acadêmica voltada para estudos sobre o jornalismo popular e alternativo.
A inicitaiva é de um grupo de pesquisadores da ECA/USP, que assim definem o projeto:
"O Alterjor é o Grupo de Pesquisa de Jornalismo Popular e Alternativo que reúne professores, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação e profissionais que se interessem em desenvolver estudos e pesquisas em jornalismo popular e alternativo.
O grupo é sediado no Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA/USP e se rege pelas normas da Portaria Interna ECA 03/2008 e o seu regimento interno.
Define-se jornalismo popular as práticas jornalísticas realizadas em organizações do movimento social e popular, incluindo o chamado Terceiro Setor, que tenham como objetivo central o fortalecimento institucional de tais organizações, a socialização de temáticas que envolvam a defesa da cidadania e que defendam o protagonismo de segmentos sociais não hegemônicos. Por jornalismo alternativo, define-se as experiências de jornalismo nas diversas mídias que tenham como objetivo central fomentar o debate público sobre as mesmas temáticas delimitadas na definição de jornalismo popular. "
A revista está aberta a contribuições.

marcos palacios

Marcadores: , , , ,

0 comments links to this post