terça-feira, março 09, 2010

Fotografando a morte. Jornalismo ou Vouyerismo?

Sean O´Hagan, no Guardian, levanta, a propósito de uma série de fotografias de Farah Abdi Wasameh, da Associated Press, a questão da ética quando câmera do fotógrafo aponta para situações de extremo sofrimento. No caso, a série de fotos mostra a execução por apedrejamento de um homem na Somália. Não há legendas nem textos que contextualizem o fato.
O´Hagan passa pelas idéias de Susan Sontag e recupera outros exemplos de fotos chocantes.
Para que servem tais imagens? Jornalismo ou Vouyerismo?
Leiam o artigo.

marcos palacios

Marcadores: , ,

1 Comments:

Blogger Nuno Sousa said...

Quando vi estas fotos fiquei chocado.
para além dessa questão ( muito pertinente), como é possivel haver alguém com frieza suficiente para retratar tão barbaro acto?

3:24 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home